Google+ Followers

18 dezembro 2012

Suas reações emocionais são reflexos de suas crenças




Vamos falar um pouquinho sobre limites? Sim, mas não seus limites emocionais e sim, seus limites com relação às crenças. Suas crenças são abrangentes? Suas crenças são limitadas ou você realmente acredita que tudo é possível? Bom, essas perguntas não funcionam, é melhor irmos pra prática, pois é só na prática que tudo vem à tona.

Observando você, em seu dia a dia, é possível ter uma noção de suas crenças, é possível ter uma conclusão mais clara, por exemplo: Quando você está diante de uma situação desafiadora na vida, como se porta? Desespera-se? Angustia-se? Reage com mau ou bom humor? Como você interpreta as situações de seu cotidiano?

É justamente em sua leitura das coisas que estão suas crenças, na forma como você reage diante de uma determinada coisa está a sua “forma” de ver a vida, compreendeu?

Hum, está ficando mais claro isso não é? Bom, então, pense comigo: Minhas reações diante da vida demonstram claramente em que acredito! Sim, suas crenças não se encontram em suas palavras e sim, em suas atitudes ou reações. E como podemos ver isso?

Simples, suponhamos que você esteja com problema financeiro, certo? Agora, como você vê esse “problema”? Como algo grande que é capaz de atrapalhar seu dia ou sua vida? Isso afeta drasticamente o seu humor? Como se sente quando vê as contas vencendo ser tem dinheiro para pagá-las? É muito ruim? Assim, de amargar a boca e o coração? Hum, se é, então, significa que sua fé, está na falta e não na possibilidade de solução do problema, porque as emoções são reações aos pensamentos ativados de forma contundente e só ativamos determinados pensamentos e os mantemos se estes forem críveis a nós, do contrário, não daríamos a menor importância, você concorda comigo?

Pois bem, mudemos a situação na vida, vamos falar de saúde. Quando aquela dorzinha vem, ou quando um médico te diz que você está com determinada doença, vamos lá, seja sincero, qual é a reação? Ai meu Deus, eu estou doente, vou morrer? Ah doutor, não me diga isso, você acabou com o meu dia? Ai Jesus, Maria, José, isso tem cura?

É assim? Se for, então, descobrimos que você acredita em doença! Ah, Vinícius, falar é muito fácil, quem é que consegue se sentir tranquilo diante de um diagnóstico de doença grave? Quem tem fé! Quem tem fé na saúde, não acredita em diagnóstico médico, ainda que os meios inteligentes e eficientes da medicina lhe mostrem que a doença está ali, ele não crê nela! E Por quê? Como não crer em algo que está bem ali na minha frente? E eu te respondo: Crença é uma questão de escolha! Eu escolho em que vou crer e quando eu escolho em que vou acreditar, reajo de forma correspondente à minha crença!!!!!!!!!!!!!!

Entendeu agora? Nada é real como você pensa! Nada é certo como você imagina que seja. Nada é, de fato, sólido, estável, seguro, como você aprendeu a pensar, tudo, preste atenção, tudo, se trata de crença e fé.

Nada existe! É sério, nada está determinado por alguém. Em seu Universo e em sua vida, só existe o que você acredita que existe, em outras palavras, aquilo que você dá importância! Aquilo que você foca sua atenção emocional, aquilo que faz você reagir emocionalmente está drenando o seu poder criativo e depois, não reclame que as coisas estão indo mal! É você, com seu poder de crença que está fazendo com que aquilo apareça e se perpetue.

Então, quer melhores resultados? Diga-me, quer mudar sua vida? Então, reveja sua forma de ver as coisas e reveja suas crenças, avalie suas sensações diante dos fatos e das coisas e quando você fizer isso, irá compreender a si e à sua situação, podendo assim, com disciplina e boa vontade, alterar suas crenças e uma vez que fizer isso, tenha certeza de que todas as coisas em volta responderão de forma consistente a essa mudança!

Seja Feliz,
Vinícius Francis

Fonte:  http://os-filhos-da-alva.blogspot.com.br/

Nenhum comentário: