Google+ Followers

10 dezembro 2012

CURSO DE TRANSFORMAÇÃO DE 2012




9 de Dezembro de 2012


9ª LIÇÃO - A NATUREZA DO DIVINO



Através de uma maior compreensão do estado fundamental da consciência, vocês podem apreciar melhor porque a consciência da alma se trata mais de ser do que de fazer.

Quando vocês se vêem como uma alma encarnada operando em um corpo físico inteligentemente concebido, podem realmente apreciar a natureza divina da vida. Pensem nisto por um momento. O Sol, a Terra e tudo o que nela existe foram criados pela inteligência divina que está por trás de toda a vida.

Vocês poderiam considerar este Criador como Deus, enquanto outros em todo o Planeta poderiam escolher o nome de Brahma, o Grande Espírito, Tao, ou o estado budista da existência. Independentemente disto, o fato é que nada desta realidade física existiria sem a intenção consciente.

Como tal, podemos apreciar cada faceta da Criação, até a menor folha de grama. Como pessoas espiritualmente sintonizadas, podemos sentir alegria em nossos corações quanto a nos admirarmos diante desta maravilhosa manifestação do espírito do Criador Divino.

O nome comum para o Criador na cultura Ocidental é simplesmente Deus. Algumas pessoas gostam do nome Deus, enquanto outras preferem um alternativo. A cultura Cristã se concentra no conceito do Criador como Deus, enquanto o Velho Testamento vai um pouco mais além e também se refere à Divindade.

“Hum, qual é a diferença?” vocês poderiam perguntar. A diferença é mais bem ilustrada por algumas definições de outras tradições espirituais. A tradição Hindu tem um paralelo em que Brahma é a inteligência subjacente por trás de toda a vida, enquanto a sua Trindade enuncia tarefas diferentes para os três arquétipos que representam o ato da Criação.

Similarmente, Tao é o que é a consciência por trás de todas as coisas, enquanto a Trindade Taoísta dos Três Seres Puros se concentra na ação necessária para apoiar a Criação.

O fator comum é um estado de ser original por trás de todas as coisas, e então uma Trindade que está à frente de toda a Criação. Aqui está o ponto fundamental em todas as variações deste conceito.

Ser versus fazer.

Esta é a diferença entre o ser passivo, original do divino e o aspecto orientado para a ação do que nós chamamos de Criador.

Este ser divino subjacente é o estado fundamental de toda a consciência. É a PRESENÇA EU SOU dentro de toda e cada pessoa. Algumas pessoas se referem a isto como o Absoluto ou Tudo O Que É. É a consciência que está presente em todas as coisas e a divindade dentro de vocês e de todas as coisas.

É o seu potencial infinito de se reunir à Fonte de que vocês vieram originalmente.
É o Ser Infinito que está por trás de toda a Criação.

É o Ser Infinito.

Ao chegar à consciência da alma, vocês existem no primeiro nível da consciência espiritual, onde ser se torna mais relevante do que a ação. Isto não substitui a ação, mas o seu nível de consciência da alma está conectado a todas as coisas e muito conectado ao ser onipotente que está por trás de todas as coisas.


http://www.infinitebeing.com/
Tradução: Regina Drumond 
reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

CURSO DE TRANSFORMAÇÃO DE 2012 - 1ª Lição
CURSO DE TRANSFORMAÇÃO DE 2012 - 2ª Lição
CURSO DE TRANSFORMAÇÃO DE 2012 - 3ª Lição
CURSO DE TRANSFORMAÇÃO DE 2012 - 4ª Lição
CURSO DE TRANSFORMAÇÃO DE 2012 - 5ª Lição
CURSO DE TRANSFORMAÇÃO DE 2012 - 6ª Lição
CURSO DE TRANSFORMAÇÃO DE 2012 - 7ª Lição
CURSO DE TRANSFORMAÇÃO DE 2012 - 8ª Lição


Fonte:  http://stelalecocq.blogspot.com.br/


Nenhum comentário: