Google+ Followers

22 julho 2015

MUDANÇAS EM NOSSO SISTEMA SOLAR ESTÃO SENDO OBSERVADAS PELOS CIENTISTAS



Os cientistas descobriram que o sistema solar, o sol e a própria vida está se transformando completamente em um novo caminho. 
Coisas estranhas estão acontecendo no espaço exterior e interior
os cientistas estão descobrindo que o Sistema Solar, o sol, e a própria vida estão sofrendo mutações de formas totalmente sem precedentes. Eles estão relatando mudanças que estão sendo gravadas no espaço como nunca foram antes.
Eles relatam que as mudanças que estão atualmente registadas na região nunca foram vistas antes em estudos, eles mostram que o Sol e os planetas em si estão fisicamente mudando em um ritmo acelerado. Em particular, eles passam por grandes mudanças em suas atmosferas. SOL : O Sol é o centro do nosso sistema solar, e toda a vida que está na Terra veio do sol. Se não houvesse sol, nós não estaríamos vivos. Isto é simplesmente um fato científico. Portanto, quaisquer alterações que ocorrem dentro ou sobre o sol acabará por afetar cada pessoa viva.
Sabemos que o campo magnético do Sol tem mudado ao longo dos últimos 100 anos. Houve um estudo realizado pelo Dr. Mike Lockwood de Rutherford Appleton National Laboratories, na Califórnia. Dr. Lockwood vem investigando o Sol, e relata que, desde 1901, o campo magnético global do Sol tornou-se mais forte em 230 por cento.
Lua: Nosso satélite é cada vez mais cercado por uma atmosfera. Ao redor da lua, há uma camada profunda de Natrium (sódio) cerca de 6.000 km, que não estava lá antes.
Mercúrio: Calotas polares foram descobertas com um campo magnético intrínseco surpreendentemente forte.
Vênus: aumento de 2.500% no brilho aurora e mudanças atmosféricas elevadas em menos de 40 anos.
Marte: Existe um aquecimento global na atmosfera, enormes tempestades, e o desaparecimento das calotas polares.
Júpiter: Com aumento de mais de 200% de brilho circundante, nuvens de plasma ?? (enormes cintos na atmosfera do planeta gigante mudaram de cor, pontos quentes de radiação desaparecem e são queimados novamente, e a espessura da camada de cobertura engrossou e dissolveu-se. Além disso, todas as pedras espaciais em órbita em torno dele foram absorvidos pela gigante de gás).
Saturno: decréscimo significativo (no equador) das velocidades de transmissão de jacto em apenas 30 anos, acompanhado por aumento surpreendente de raios-X (sempre no equador).
Urano: Grandes mudanças no brilho, aumento da atividade geral de formação de nuvens (Este planeta tem o hábito de ter um ambiente muito tranquilo.)
Netuno: aumento de 40% no brilho de sua atmosfera.
Plutão: aumento de 300% da pressão atmosférica, mesmo ele estando mais distante do Sol.
Terra: Geofísicos dizem que está havendo mudanças globais importantes e óbvias na escala meteorológica. Na Terra, a atividade vulcânica mundial aumentou 500 por cento entre 1875-1975, enquanto a atividade sísmica aumentou 400 por cento desde 1973.
Dr. Dmitriev diz que comparando com os anos 1963-1993 o número total de desastres naturais, furacões, tufões, deslizamentos de terra, maremotos, etc., teve um aumento de 410 por cento.
O campo magnético da Terra diminuiu. Esta diminuição na verdade começou há 2000 anos, mas a taxa de diminuição, de repente, tornou-se muito mais rápida de 500 anos para cá. Agora, durante os últimos 20 anos, o campo magnético tornou-se errático.

 
VÍDEO: https://youtu.be/Km3uhv6oVWg

FONTE: 
http://www.nouvelordremondial.cc/2015/07/20/le-magnetisme-solaire-230-fois-plus-puissant-quelque-chose-est-en-train-daffecter-le-systeme-solaire-dans-sa-totalite/