Google+ Followers

21 janeiro 2013

MANTENDO-SE FIRMES



Quando, inicialmente atravessamos as energias de 2013, tivemos que “retornar”, ou melhor, limparmos mais “coisas”, antes que pudéssemos avançar novamente. Após uma semana, aproximadamente, atravessamos o portal de 11 de Janeiro e avançamos para um espaço muito novo, e é onde estamos atualmente posicionados.

A fase de limpeza foi bem sucedida, e estamos agora muito “presos” ao nosso novo local.

Estamos tão ancorados aqui, que nada poderia nos mover e não há, absolutamente, nenhuma possibilidade de que possamos regredir ou recuar. Nós ancoramos com muita segurança em torno de 3 de Janeiro também, mas a fim de permanecermos aí, passamos uma semana purificando-nos, liberando e nos desintoxicando. Agora podemos respirar um pouco, ainda que estejamos ancorando, e assim estaremos por algum tempo.

Como é esta ancoragem?

Iniciando em 1º de Dezembro, ela poderia ser sentida como fraqueza, enquanto começávamos a assimilar as energias de 2013. Além disto, para alguns, era quase como uma mão imensa que estavam nos empurrando para baixo, para baixo e para baixo, para dentro da terra, pressionando-nos até que não restasse nada mais. Lentamente, começamos a nos ajustar, pois precisávamos estar preparados para as energias de 2013.

Se vocês forem sensíveis, ou estiverem mantendo uma boa quantidade da nova energia em seu interior, irão se sentir exaustos em grande quantidade do tempo, fracos, um pouco vacilantes, às vezes, precisando se sentar ou descansar mais do que poderiam gostar (e comer mais frequentemente também, pois as energias de impulsão mal dão ao seu corpo o tempo para digerir o alimento!)

Para outros, esta experiência de ancorar ou de ser pressionado, de modo que somente as energias puras permaneçam, pode ser vivenciada como se sentir preso ao sofá, por exemplo, e ter dificuldade em fazer uma transição entre uma coisa e outra. Sentindo-se pouco confortáveis, sem energia para começar a nova tarefa ou mesmo ir para a cama!

Até à transição do dia 11, 12 e 13 de Janeiro, nós recebemos descargas periódicas de energia de nível mais elevado. Estas descargas nos permitiriam alcançar um pico na nova realidade, mas então, rapidamente, elas partiriam. Iríamos para cima e para baixo, felizes e amuados, e assim por diante.

Agora, estamos muito mais estabilizados. Podemos nos sentir felizes em boa quantidade do tempo, sem razão aparente, e então, muito subitamente, a nossa energia cai e ficamos cansados e irritados, sem sabermos o motivo. Mas, mesmo assim, fizemos um progresso significativo, pois já parece muito mais brilhante e alegre lá fora.

Estamos certamente nos mantendo firmes neste novo espaço. Estamos ainda recebendo descargas de energia de nível mais elevado, mas agora elas chegam muito mais afastadas do que antes. Desta maneira, estamos continuamente nos ajustando, mesmo embora permaneçamos parados nestes espaços novos e mais agradáveis. As energias estão nos mantendo, sem dúvida, assim não iremos voltar.

Este espaço em que estamos, pode trazer frustrações com ele também. Podemos subitamente ficar irritados, porque estamos na mesma e velha coisa e sabemos que é temporário e prestes a partir, mas ainda está lá, olhando-nos na cara. Talvez, não queiramos mais olhar.

Estamos mais do que preparados para uma grande mudança e não estamos lá ainda. Ainda assim, recebemos coisas pequenas e simples para nos manter ocupados durante este tempo. Se pudéssemos nos lembrar como era quando as coisas eram muito mais lentas e podíamos descansar, podemos ser mais gratos por este momento tranqüilo que estamos agora experienciando.

Assim, atualmente, estamos em uma fase de espera e de nos mantermos firmes.

Podemos, finalmente, ter sido capazes de nos conectar com algo pequeno e simples que nos mantenha ocupados por algum tempo, mas não estamos ainda preparados para nos aventurarmos “lá fora” e criarmos coisas que nos sirvam como um alicerce para a nossa nova realidade. Ainda não é o momento.

Determinadas “coisas” não foram ainda encaixadas, assim a nossa nova fronteira não está ainda pronta, em todos os sentidos... Mas, pelo menos, estamos um pouco mais confortáveis agora e ainda fazendo progresso lento e firme.

Nos últimos anos, alguns seletos estiveram mantendo as energias mais elevadas, o que resultou em outros recebendo esta energia para si mesmos, em vez de a incorporarem por conta própria. Desde então, tem havido uma grande tentativa feita para permitir que todos se mantivessem por conta própria.

O fracasso do plano da ascensão a ser realizado como originalmente projetado, foi devido a esta ocorrência. Por causa disto, os residentes tradicionais do planeta têm agora que alcançar determinados níveis por sua própria conta... O planeta deve se sustentar através dos seus residentes e não através de alguns que vieram com este propósito específico.

Como parece agora (e as coisas raramente se revelam de acordo com uma linha de tempo), Fevereiro será inaugurado com um novo e grande impulso e nós então ocuparemos ainda mais espaço na grade da realidade de 2013.

Do meu coração para o seu

Karen

http://www.gamabooks.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

Fonte:   http://stelalecocq.blogspot.com.br/

Nenhum comentário: